INÍCIO > NOTÍCIAS

Profissão em alta: Automação industrial

Cursos técnicos vêm sendo cada vez mais uma opção eficiente entre os jovens para conquistar um lugar no mercado de trabalho.


Os cursos com a maior frequência sãos os da área de engenharia, tanto industrial quanto civil ou mecânica. Indústrias de papel e celulose, têxtil e principalmente óleo e gaz estão cada vez mais à procura de profissionais qualificados para atuar neste segmento.


Entre as áreas em crescimento e com forte demanda podemos destacar uma: a automação industrial.


Encoders, contadores mecânicos, indicadores digitais, hubodômetros, entre outros fazem parte do vocabulário e universo do profissional que deseja atuar nesta área industrial.


Mas o que é automação industrial:


Automação industrial é um conjunto de técnicas, softwares, hardwares de comandos e controles e equipamentos em determinadas máquinas com o intuito de melhorar a produção utilizando um consumo de energia mais baixo, emitindo uma emissão inferior de qualquer espécie de resíduos, proporcionar mais seguranças, informações e principalmente efetuar uma redução na participação do homem nos processos mecânicos. A principal função da automação industrial é a redução da ação homem-máquina.


Quais são as funções de um profissional da automação industrial


O profissional da automação industrial executa projetos, podendo expandir-se a robótica, sistemas de integração, redes industriais, gerenciamento de projetos, acompanhamento do desempenho de um equipamento, como indicadores de posição, hubodômetro e outros.


Além do desenvolvimento e da manutenção dos sistemas digitais, o profissional da automação industrial pode atuar em diversas áreas, como:


• Indústrias de bebida

• Indústria de papel e celulose

• Petroquímica

• Indústria química

• Indústria automobilística

• Indústria de mineração

• Indústria de papel e celulose


É cabível ao profissional, o desenvolvimento de funções como: instrumentação, operação, gestão, controle de processos, desenvolvimento de produtos de mecânica e eletrônica.


O profissional da área possui objetivos como melhorias no processo da relação homem-máquina e redução de custos no desenvolvimento industrial.


Preparação de estudos


Assim como toda área profissional, a pessoa interessada em seguir carreira na automação industrial pode se preparar com cursos, bons roteiros de estudos e se manter sempre bem atualizado. A internet ajuda bastante, existem sites e blogs voltados à área que podem ser de grande utilidade e um material auxiliar de estudos.


Como é o mercado de trabalho na automação industrial


O mercado de trabalho na área da automação está sempre em desenvolvimento, os processos industriais buscam constantemente uma redução nos gastos e um crescimento na produtividade e qualidade dos produtos oferecidos.


Segundo analistas do setor, passamos por uma fase de preparação face a uma grande demanda que está por vir. Segundo o coordenador do curso de Automação Industrial da Ulbra, Luis Fernando Espinosa Cocian, “O cenário é positivo, pois as indústrias precisam constantemente rever suas tecnologias para não perder competitividade. E isso abre oportunidades para o tecnólogo em várias frentes, sobretudo na instalação e na manutenção das máquinas e equipamentos.”


Indústrias automobilísticas sempre estão em busca por profissionais qualificados. Outros setores, como indústria química, e os setores petroquímicos, alimentícios e farmacêuticos. A produção agrícola também possui tal demanda, levando em conta o crescimento da produção na economia brasileira.


Regiões do Brasil e perspectivas de trabalho


Estaleiros e refinarias na região Norte e Nordeste oferecem vagas para o setor, mas mesmo assim, as melhores ofertas se encontram nas grandes empresas situadas na região Sul e Sudeste.


Salários


O salario inicial pode variar entre R$ 3.000,00 a R$ 4.000,00 segundo o professor Luis Fernando Espinosa.


Cursos automação industrial


O interessado necessita ter interesse em Ciências Exatas, afinal grande parte do curso utiliza matemática, física, mecânica, eletroeletrônica e informática.


A duração média pode ser de 3 anos, muitas vezes é dividido em aulas de automação, controle e práticas de laboratório para aumentar a produção de máquinas.

O aluno aprenderá também inglês técnico e para pesquisas, utilizações de manuais, expressões e boa comunicação.


Para obtenção do diploma, certas escolas exigem estágios supervisionados, tcc (trabalho de conclusão de curso) supervisionado por uma banca de professores, procedimento normal como em qualquer outra formação em curso superior.


As divisões da automação industrial


Automação Comercial


Desenvolvimento de sistemas de segurança, de automação e de gerenciamento de dados voltados para o comércio e para bancos.

Automação Industrial


Planejamento, supervisionar e instalar sistemas de automação, como sensores, redes industriais e controles de temperatura e pressão. Projetar, instalar e administrar redes de computadores e operar softwares de automação.


Mecatrônica Industrial


Projetar, instalar e operar equipamentos que mesclam mecânicas e eletrônicas, como braços mecânicos automatizados e robôs inteligentes.


Se você ficou interessado em algumas dessas áreas da automação industrial, visite blogs e sites da área para conhecer melhor e se preparar para o mercado de trabalho.

SPTech.webp